A tirania de roubar o tempo do outro

Texto por Paola Martins

Nosso ativo mais precioso é o tempo. A cada dia que passa, vivendo nesta sociedade imediatista e sempre à beira da exaustão, torna-se mais e mais evidente que nada é mais precioso do que o nosso tempo.


O tempo não para, nem volta.


Não se engane: por mais que possamos olhar para o passado através das inúmeras fotografias e vídeos que fazemos, ainda que tenhamos disponíveis milhares de redes sociais que nos notificam com as lembranças daquilo o que fizemos nesta mesma data, há 5 anos atrás, aquele tempo já foi, já era, você não consegue mais acessá-lo de forma plena, com todos os seus sentidos - será para todo o sempre apenas uma memória em duas dimensões, quando muito, três.


Quanto tempo perdemos simplesmente por não colocarmos atenção à importância de cada um dos momentos (porque somos justamente isso: meras coleções de fragmentos de instantes)?


Mas o pior dos males não são os crimes que cometemos contra nós mesmos, ao desperdiçarmos nosso próprio tempo. Não satisfeitos a nos submetermos a isto, muitas vezes ainda espalhamos este desperdício às pessoas à nossa volta.


Como verdadeiros tiranos, demandamos o tempo dos outros, por qualquer razão, completamente desprovidos de cuidados, gentileza ou consideração.


Precisava ter enviado aquele áudio de 5min, que mais se assemelhava a um podcast, cheio de divagações e pouca objetividade? Custava ter se organizado melhor e saído mais cedo de casa, para evitar o trânsito, e não deixar seu próximo compromisso esperando por você mais de 15min? Quantas reuniões você marca, que bem poderiam ter sido um e-mail?


Roubar o tempo do outro é submetê-lo a uma tirania, pois quando o outro nos tenta negar a demanda, interpretamos como falta de amor ou mesmo falta de respeito.


Ser gentil, muitas vezes, consiste somente em ser breve, objetivo e assertivo, e não demandar o tempo das pessoas pressupondo que todos estão à sua disposição.


Alguns de nós precisam ser constantemente lembrados de que a existência de mais ninguém gira em torno de nós, a não ser a nossa própria.


Demonstre seu amor na forma deste cuidado.


Quer saber por onde começar?


Acesse o site abaixo:




Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags