top of page

Fantasias

Texto por Paola Martins


É carnaval. Massas de pessoas vão as ruas usando suas melhores fantasias, para, através das máscaras, através dos personagens, desfazerem-se de suas amarras. Na energia desses poucos dias de folia, todos se soltam, deixam fluir, deixam sentir, despem o corpo, libertam a alma.


Somente por detrás da fantasia é que a maioria de nós se permite ser quem verdadeiramente é.


E se não fosse assim?


O que te impede de ser sua melhor versão carnavalesca livre, leve, solta, desprendida, sem pudor, sem medos, sem julgamentos, sem interferências, pulsante, vibrante, alegre e sorridente?


Assim que você leu esse questionamento, o seu cérebro começou a trabalhar no sentido de justificar as razões pelas quais a sua conduta carnavalesca não pode ser mantida o ano todo: a profissão não permite, a família não aceitaria, os amigos julgariam, etc, etc, etc?


Veja bem: Não estou falando para pularmos carnaval das 8h às 8h em 365 dias do ano. Não é isso, segura o teu bloquinho!


Não é sobre as festas, os trios elétricos, os desfiles ou os foliões.


É sobre você.


Tudo é, sempre, só sobre você.


Por que você muda tanto ao colocar uma fantasia? Por qual você você se transforma da água pro vinho ao receber o "passe livre" do carnaval (como se ele não acabasse em 4 dias...)?


Você consegue dizer qual é a sua versão que representa a sua verdade? A do carnaval, em que você liberta tudo o que reprimiu ao longo do ano, ou a "normalidade", em que você se deixa perecer em tons cinzentos?


Para onde vai sua purpurina no resto do ano?


Ela ainda está ai dentro de você, então por que você opta por reprimi-la?


Tudo o que você reprime, te domina.


Agora imagine ter a coragem de ser exatamente a mesma versão de si mesmo independente no contexto e da época do ano. Imagine ser festa, ser alegria, ser alto astral, ser sorriso, ser comissão de frente, ser trio elétrico, ser purpurina, ser brilho, ser ousadia, ser beijo na boca, sem ministério do amor, ser samba no pé, ser funk na cabeça, ser a coisa t-o-d-a?


Você tá lendo e dizendo que é impossível, né?


Errado. Conheço um monte de gente que simplesmente é carnaval em todas as épocas do ano, inclusive no inverno de 4ºC de Porto Alegre.


Repense: Sua fantasia está servindo de disfarce, ou mesmo, de armadura?


2023. É passada a hora da gente aprender a se despir de verdade!

Comentarios


Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
bottom of page